terça-feira, 4 de outubro de 2011

Biografia: José Mayer

O ator José Mayer Drummond Araújo nasceu no dia 3 de outubro de 1949, em Jaraguaçu, Minas Gerais. Desde que estreou na televisão, é considerado um dos maiores galãs, até os dias de hoje.

Começou na TV Globo na minissérie Bandidos da Falange (83), como Jorge Fernando, e sua primeira novela foi em Guerra dos Sexos (83), como Ulisses. No ano seguinte, faz a novela Partido Alto (84), como Piscina, um compositor de samba que ajuda a manicure Jussara (Betty Faria), e além dele, trabalhou Elizabeth Savala (Isadora). Depois, faz A Gata Comeu (85), como Edson, e em dose dupla, faz as novelas Selva de Pedra (86), fazendo par com Christiane Torloni, e Hipertensão (86), como Raul Galvão, com quem faz triângulo amoroso entre Renata (Elizabeth Savala) e Laerte (Paulo Betti).

De novo em dose dupla, faz dois de seus melhores trabalhos, como O Pagador de Promessas (88), como Zé do Burro, e Fera Radical (88), como Fernando, fazendo par romântico com Malu Mader. Em 1989, trabalha pela segunda vez com Betty Faria na novela Tieta (89), como Osnar, e no ano seguinte, faz Meu Bem, Meu Mal (90), como Ricardo Miranda, cujo personagem compete com o Dom Lázaro Venturini (Lima Duarte).

Em 1992, faz De Corpo e Alma (92), como Carlos Henrique, mais conhecido como Caíque, e faz par romântico de Maria Zilda Bethlem (Bia). Seu personagem se envolve com Helena (Renée de Vielmond) na metade da novela, e se separa de sua mulher. Nos anos seguintes, faz a minissérie Agosto (93), como Alberto, e a novela Pátria Minha (94), como Pedro. Depois faz a novela História de Amor (95), como Carlos Alberto, fazendo par com Carolina Ferraz.

Em 1997, faz Teobaldo na novela A Indomada (97), fazendo par com Adriana Esteves, e no ano seguinte, faz Meu Bem Querer (98), como Martinho, fazendo par com Marília Pêra. Em 2000, faz mais uma vez uma novela de Manoel Carlos, Laços de Família (2000), contracenando, de novo, com Vera Fischer. Seu papel foi Pedro (o segundo da sua carreira), conhecido por ter muitas mulheres. Depois de se separar de Sílvia (Eliete Cigarini), se envolve com a veterinária Cíntia (Helena Ranaldi), mas é alvo da antagonista Íris (Deborah Secco).

Mais tarde, faz a minissérie Presença de Anita (2001), como Fernando (também o segundo de sua carreira), fazendo par com Mel Lisboa, e a novela Esperança (2002), como Martino, e no ano seguinte, faz o personagem César em mais uma produção de Manoel Carlos, Mulheres Apaixonadas (2003), fazendo triangulo amoroso entre Helena (Christiane Torloni) e Téo (Tony Ramos). Depois faz a novela Senhora do Destino (2004), como Dirceu.

Em 2006, faz a novela Paginas da Vida (2006), como Greg, fazendo par com Natália do Valle, e em 2008, faz A Favorita (2008), como Augusto Cesar (o segundo de sua carreira). Logo, faz a novela Viver a Vida (2009), como Marcos, fazendo par com Tais Araujo.

Neste ano, ele encarna Pereirinha na novela Fina Estampa (2011), marido desaparecido de Griselda (Lília Cabral), que aparece para roubar todo o dinheiro dela.

O ator e casado com Vera Fajardo desde 1975, e tem uma filha, Julia, nascida em 1984, que e atriz de teatro.

Espero que gostem.
ME








Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escreva aqui, incluindo o seu nome, lugar onde mora e o seu comentário.

Postar um comentário