quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Biografia: Nívea Maria


A atriz Nívea Maria Cândido Graieb nasceu no dia 7 de março de 1947 em São Paulo. É irmã da também atriz Glauce Graieb. Já trabalhava como modelo quando foi descoberta pelo diretor Walter Avancini e ganhou, aos 17 anos, seu primeiro papel em telenovelas, em A Outra Face de Anita (64), como Patrícia. Nesse mesmo ano, participou em A Melodia Fatal (64), como Míriam e A Moça Que Veio de Longe (64), ambas da TV Excelsior.

Em 1965, faz as novelas A Indomável (65), como Branca, e O Preço de Uma Vida (65), como Tula de Linhares. Já em 1969, faz a novela Sangue do Meu Sangue (69), como Cíntia,  e nesse mesmo ano, faz sua estreia na TV Globo, na novela A Cabana do Pai do Tomás (69), como Elisa. Três anos depois, em dose dupla, faz duas novelas das 7: O Primeiro Amor (72), como Helena e Uma Rosa Com Amor (72), como Terezinha. No ano seguinte, faz O Semideus (73), como Soninha.

Em 1974, faz Corrida do Ouro (74), como Wânia e em seguida em dose dupla, faz sucessos, como Gabriela (75), como Jerusa, e A Moreninha (75), como Carolina, papel que foi de Marília Pêra no original de 1965. Em seguida, faz O Feijão e O Sonho (76), como Maria Rosa, Duas Vidas (76), como Hebe, e Dona Xepa (77), como Rosália. No ano seguinte a esta, faz pela primeira vez dois papeis em Maria, Maria (78), como Maria Alves e Maria Dusá.

Em 1980, fez Olhai os Lírios do Campo (80) (baseado no homônimo de Érico Veríssimo), como Olívia Miranda, e Coração Alado (80), como Roberta. No ano seguinte, faz Terras do Sem Fim (81), como Donana. Em 1984, faz sua primeira minissérie, Padre Cícero (84), como Adélia, e a novela Livre Para Voar (84), como Bia. Dois anos depois, faz outra minissérie, Anos Dourados (86), como Beatriz (sua segunda na carreira), e a novela da Manchete Mania de Querer (86), como Vanessa.

Entre 1987 e 1988, faz duas novelas que fizeram sucesso: Brega e Chique (87), como Zilda, e Vida Nova (88), como a italiana Gema. Nos anos seguintes, fez a minissérie República (89), como D. Margarida Gusmão, e as novelas Gente Fina (90), como Joana, Meu Bem, Meu Mal (90), como Berenice, mãe de Fernanda (Lídia Brondi), Pedra Sobre Pedra (92), como Ximena, e Sonho Meu (93), como Elisa (sua segunda na carreira).

Em 1995, faz sua primeira novela de Glória Perez, Explode Coração (95), como Alícia, e em 1997, faz A Justiceira (97), como Augusta, fazendo ao lado de Malu Mader (pela segunda vez), e em seguida, faz Suave Veneno (99), como Nana. Depois, faz sucessos, como O Clone (2001), como Edna, a minissérie A Casa das Sete Mulheres (2003), como D. Maria, Celebridade (2003), como Corina, mãe de Maria Clara (Malu Mader) e América (2005), como Maria José, mãe de Tião (Murilo Benício) e Geninho (Marcello Novaes).

Entre 2006 e 2007, fez duas novelas das 6: O Profeta (2006), como Lia e Desejo Proibido (2007), como Magnólia, fazendo par com Lima Duarte. Em 2009, fez mais uma vez sucesso em Caminho das Índias (2009), como Kochi, mãe de Maya (Juliana Paes) e Komal (Ricardo Tozzi), e fazendo par com Osmar Prado (Manu). Neste ano, fez uma participação em Insensato Coração (2011), como Carmem, e atualmente pode ser vista em Aquele Beijo (2011), como Regina.

Já foi casada com Renato Master na década de 60, mas se separam meses depois, com Edson França entre 1965 e 1975, com quem teve dois filhos: Viviane e Edson. Entre 1976 e 2003, foi casada com o diretor Herval Rossano, com quem teve a filha Vanessa.


Espero que gostem.
ME


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Escreva aqui, incluindo o seu nome, lugar onde mora e o seu comentário.

Postar um comentário