sábado, 4 de fevereiro de 2012

Novela: Sinhá Moça (2006)

Danton Mello, Débora Falabella e Eriberto Leão como Rodolfo, Sinhá Moça e Dimas.

Autor: Benedito Ruy Barbosa.
Capítulos: 185.
Horário: 18h.
Exibição: 13 março 2006-14 outubro 2006.
Elenco: Débora Falabella, Osmar Prado, Patrícia Pillar, Danton Mello, Vanessa Giácomo, Humberto Martins, Bruno Gagliasso, Caio Blat, Eriberto Leão, Oscar Magrini, Alexandre Moreno, Maurício Gonçalves, Alexandre Rodrigues, Sérgio Menezes, Zezé Motta, Othon Bastos, Elias Gleizer, John Herbert, Edwin Luisi, Ísis Valverde, Lu Grimaldi, Jackson Antunes, Gésio Amadeu, Gisele Fróes, Cláudio Galvan, Edyr Duqui, Fernando Petelinkar, Rogério Falabella, Lucy Ramos, Eduardo Pires, Bruno Costa, Paulo de Almeida, Bruno Udovic, Fabrício Boliveira, Joaquim de Castro, Alexandre Akerman, Harley Vas, Larissa Biondo, Lucas Rocha, Milton Gonçalves, Chico Anysio, Reginaldo Faria, Ruth de Souza, Clementino Kelé e Carlos Vereza.
Sinopse: Filha do poderoso barão de Araruna (Osmar Prado), escravocrata convicto, Sinhá Moça (Débora Falabella) apaixona-se pelo advogado Rodolfo (Danton Mello). A jovem enfurece o pai com seus ideais abolicionistas, também defendidos pelo rapaz. Para conquistar a confiança do barão, Rodolfo finge defender a escravidão, mas, sob a identidade de Irmão do Quilombo, invade as senzalas de madrugada e liberta os negros.
Outra personagem de maior destaque foi Ana do Véu (Ísis Valverde), cujo rosto foi coberto por um véu que só seria retirado quando se casasse com Rodolfo, mas este rompe o compromisso e ela se envolve com o irmão dele, o tímido Ricardo (Bruno Gagliasso), que no entanto, se apaixona pela baronesa Cândida (Patrícia Pillar), que tenta evitá-lo ao máximo.
O barão tem um inimigo, o escravo alforriado Dimas (Eriberto Leão), braço direito do abolicionista Augusto (Carlos Vereza). Dimas não sabe que é filho do barão com uma escrava, o que só é revelado no final da história.
Curiosidades:
  • Teve média de 34 pontos no Ibope.
  • Carolina Dieckmann ia ser Sinhá Moça, mas ela ficou em Cobras e Lagartos (2006). O papel ficou para Débora Falabella.
  • Patrícia Pillar fez as duas versões da novela: na primeira ela foi Ana do Véu, que nesta versão foi de Ísis Valverde, e na nova, foi a baronesa Cândida, que na versão original foi feita por Elaine Cristina.
  • Marcou a volta de Gisele Fróes às novelas, depois de afastada de Mania de Querer (86), da Manchete.
  • Primeira novela de Ísis Valverde.
  • As cenas foram gravadas em Três Rios, em Rio de Janeiro, e em Campinas e Bananal, em São Paulo.
  • Foi reapresentada entre 15 de março e 10 de setembro de 2010, em 130 capítulos no Vale a Pena Ver de Novo.
  • O Casseta e Planeta, Urgente! parodiou a novela como Sem as Moça. 
Fontes:
TV Globo: Novelas e Minisséries. 

Espero que gostem.
ME

Um comentário:

  1. Obrigada ME, faz tempo que estava esperando por esta novela

    ResponderExcluir

Escreva aqui, incluindo o seu nome, lugar onde mora e o seu comentário.